COMERCIAL@BNEXTCONSULTING.COM

+351 256 310 110

SUPORTE

O papel da IA Generativa nos negócios do futuro

29/01/2024
Já o temos sentido ao longo dos últimos meses, e em 2024 a Inteligência Artificial Generativa (GenAI) promete continuar a ser um dos tópicos mais discutidos no âmbito das soluções de tecnologia para empresas.
IA generativa nos negócios
No entanto, uma vasta maioria dos CEOs e gestores ainda se sentem pouco preparados para abraçar esta revolução. Com o lançamento da Cris, a primeira assistente virtual de IA num software de gestão, a PHC dá um importante passo na aproximação desta tecnologia aos gestores portugueses, abrindo o caminho para mais produtividade, eficiência e agilidade nos seus negócios.

Até à chegada de ferramentas como o ChatGPT ou o Bard, muitos de nós não teriam sequer imaginado que viríamos a dispor de tecnologias com tamanho potencial de transformação para as empresas. Avançamos até 2023, ano em que a popularidade da IA Generativa explodiu, e hoje, serão poucos aqueles que, seja na esfera pessoal, profissional ou por mera curiosidade, não terão (pelo menos) experimentado estas ferramentas.

São ferramentas com uma elevada capacidade de processamento de linguagem natural, de utilização muito simples e que respondem em meros segundos às questões – as famosas prompts – que lhes são apresentadas. Não são só virtudes – ainda há muito a acontecer no universo da IA – mas a verdade é que o impacto da GenAI nas empresas é um dos tópicos mais discutidos atualmente. Já ninguém contesta que aspetos como a produtividade, os ganhos de tempo para tarefas de valor acrescentado ou reforço da capacidade analítica são grandes vantagens da IA; a dúvida está, antes, em como podemos começar a aplicar as ferramentas nos nossos negócios.

 

4 atividades que podem beneficiar com IA generativa

Embora a IA generativa tenha o potencial de ajudar, de forma transversal, a melhorar os resultados das organizações, existem alguns departamentos de empresas que poderão ser impactados por estas ferramentas de forma mais óbvia. Vejamos quais:

Apoio ao Cliente: ferramentas de chat online com recurso a IA permitem automatizar interações com clientes, e graças à linguagem natural é possível melhorar a experiência de atendimento e a produtividade das equipas, reduzindo, inclusive, a necessidade de intervenção humana.

Marketing e Vendas: com a IA generativa é possível criar mensagens adaptadas a diferentes públicos-alvo, tendo em conta interesses e comportamentos distintos. Ferramentas deste tipo são também uma ajuda preciosa para o desenvolvimento de conteúdos (por exemplo, descrições de produtos ou publicações em redes sociais) e podem auxiliar em processos de brainstorming e criatividade.

Desenvolvimento de Software: Um estudo desenvolvido pela McKinsey aponta para que o impacto direto da GenAI neste setor possa variar entre 20 a 45% dos seus gastos anuais totais, em consequência da redução do tempo necessário para o desenvolvimento, correção e refactoring de código. A consultora testou também o impacto da tecnologia nas suas equipas e concluiu que os colaboradores treinados para usar as ferramentas reduziram significativamente o tempo necessário para a produção e refatoração de código, com impactos positivos também no bem-estar e realização profissional.

Pesquisa e Desenvolvimento: Ainda que de forma menos óbvia, as empresas com departamentos de Pesquisa e Desenvolvimento (como a química ou farmacêutica) podem beneficiar de modelos de IA generativa replicáveis que aceleram o desenvolvimento de novos produtos.

Apesar da preponderância destas áreas, e seja qual for a dimensão ou o setor de atividade da sua empresa, a IA generativa pode ter algo para si. Simples tarefas como a escrita de um email, o desenvolvimento de relatórios ou análises de balanços contabilísticos podem tornar-se mais simples e eficientes com recurso a ferramentas como a Cris, a assistente virtual de IA do software PHC.

 

IA Generativa no software de gestão: afinal, quem é a Cris?

Em setembro de 2023, a PHC lança no mercado a Cris, a primeira assistente de IA generativa em Portugal. Parte integrante do software (através do módulo PHC CS GenAI) a assistente de IA da PHC abre caminho para aumentos de produtividade, novos métodos de trabalho e tomadas de decisão mais céleres.

É a própria PHC que o diz –  a IA generativa vale pouco, se não souber o que fazer com ela. Assim, a marca tem disponibilizado um conjunto de conteúdos e recursos que permitem aos utilizadores do software começarem a tirar proveito da ferramenta. Entretanto, consulte também o guia passo a passo que lhe deixamos para começar a utilizar a IA generativa na sua empresa.

Guia para começar a utilizar a IA generativa no seu negócio

Já sabemos que a Inteligência Artificial traz grandes oportunidades para as empresas, mas é importante ter uma abordagem ponderada e bem planeada, com espaço para a formação, experimentação e recolha de feedback – aspetos essenciais para entender como é que a sua equipa se está a adaptar à IA generativa. Vejamos, então, os passos essenciais que deve seguir:

Entenda o panorama da IA e estude o software

De nada adianta começar a utilizar uma ferramenta de IA generativa se não sabe o que pode esperar dela. Faça uma pesquisa exaustiva, interesse-se pelo tema e atualize-se com frequência sobre as novidades. Só quando tiver um entendimento mais aprofundado é que faz sentido começar a pensar no que a sua organização realmente necessita e como pode beneficiar da GenAI. Pode também ser importante analisar alguns Casos de Uso da ferramenta e refletir se faz sentido adotá-los, adaptando ao seu negócio.

Faça uma implementação gradual

Não queira mudar tudo de um dia para a noite. Faça uma implementação gradual, crie um grupo de trabalho e defina uma área piloto para começar a implementar a IA generativa na sua empresa. Desta forma vai poder avaliar o impacto da tecnologia de forma mais localizada, minimizando o risco enquanto retira conclusões, procede a adaptações se necessário e assim, progressivamente, vai expandindo o projeto a novas áreas da empresa.

Aposte na formação

A formação é a melhor forma de dar à sua equipa o conhecimento teórico e prático que necessita para começar a utilizar a ferramenta com mais confiança. Quanto melhor preparada estiver a sua equipa, mais simples será a implementação. Recursos de apoio como tutoriais e documentação técnica são essenciais para que os colaboradores possam esclarecer dúvidas ou relembrar conceitos no período pós-formação.

Não tenha receio de explorar a ferramenta

É essencial que exista um planeamento e que este seja cumprido, mas também faz sentido reservar alguns momentos para sair dos moldes da teoria e, simplesmente, testar. Este processo faz com que a tecnologia seja menos intimidante e permite que os utilizadores se vão familiarizando com o modo de funcionamento das plataformas.

Avalie o progresso da implementação e recolha feedback

Reúna o seu grupo de trabalho e avalie o progresso da implementação, nomeadamente os benefícios alcançados e dificuldades sentidas durante o projeto. O feedback dos utilizadores também pode gerar insights valiosos que levem à implementação de melhorias e a um aumento da eficiência a longo prazo.

A IA Generativa promete transformar a gestão dos negócios, mas para tal, é fundamental não apressar a adoção de ferramentas. Um plano bem delineado vai prevenir atropelos e falhas que podem gerar frustração, e é por isso que uma implementação gradual, em que as equipas têm tempo para se ambientarem à tecnologia, é aquela que mais garante o sucesso da IA generativa nas empresas.

A BNEXT é a sua consultora de tecnologia para negócios. Fale connosco para saber mais sobre a Cris, a nova assistente de AI do software PHC, ou sobre outras soluções complementares que aceleram os resultados da sua empresa.

Áreas de Especialização
Implementamos soluções totalmente adequadas à área de negócios de cada cliente, com equipas experientes e especializadas nestes setores.

Setores de Negócio

Na BNEXT encontra um parceiro especializado há 30 anos em software PHC, com desenvolvimentos próprios que personalizam e aceleram as implementações, complementadas por tecnologias de hardware e sistemas informáticos altamente robustos.

Software de Gestão ERP