COMERCIAL@BNEXTCONSULTING.COM

+351 256 310 110

SUPORTE

Indústria 4.0: o que é, vantagens e como implementar (2024)

05/04/2024
Mais do que uma tecnologia ou uma metodologia para os negócios, a Indústria 4.0 é uma abordagem às práticas industriais focada na digitalização e automação da produção, com ganhos relevantes em eficiência, flexibilidade e personalização – aspetos que, no contexto atual, são essenciais para as empresas se manterem competitivas e sustentáveis a longo prazo.
implementar industria 4.0
Neste artigo, relembramos alguns conceitos-chave e pilares da Indústria 4.0, as suas vantagens e como pode criar um plano de implementação para retirar o máximo proveito da quarta revolução industrial.

Afinal, o que é a Indústria 4.0? O termo surgiu em 2011 na Feira de Hannover, Alemanha, um dos eventos mais conhecidos a nível global na área da automação industrial. Mais do que a modernização dos meios de produção, a Indústria 4.0 pressupõe uma mudança de paradigma em que a tecnologia é protagonista, promovendo a ligação entre equipamentos e sistemas com o objetivo de automatizar e controlar de forma mais ágil toda a cadeia de produção.

As origens daquela que é também conhecida como a quarta revolução industrial remontam ao século XIX, quando o modelo agrícola deu lugar ao surgimento das primeiras fábricas na Grã-Bretanha. Entre 1850 e a Primeira Guerra Mundial deu-se a segunda revolução industrial, que ficou marcada pela introdução do aço, a eletrificação das fábricas e o advento da produção em massa. Finalmente, a terceira fase da revolução industrial, que aconteceu entre as décadas de 1950 e 1970, ficou marcada pela transição da tecnologia analógica, mecânica e eletrónica para a tecnologia digital.

 

O que é a Indústria 4.0?

Regressamos a 2011 e à Indústria 4.0, que se carateriza pela digitalização e o recurso a tecnologias como a Internet das Coisas (IoT), softwares ERP, soluções adaptadas à indústria e todo um conjunto de ferramentas que permitem automatizar processos, aumentar a produtividade e a flexibilidade.

No centro da indústria 4.0 está o conceito de fábrica inteligente, cujos sistemas são alimentados por dados oriundos da produção e que, quando filtrados e devidamente analisados, permitem retirar insights que aceleram a tomada de decisão e elevam os níveis de eficiência para patamares até agora desconhecidos. Para além disso, tecnologias como a Inteligência Artificial (IA) e Machine Learning (ML) dotam as máquinas de capacidades de aprendizagem autónoma, o que lhes permite realizar tarefas cada vez mais complexas com elevados padrões de qualidade.

A Indústria 4.0 é uma abordagem mais abrangente, integrada e holística do que as fases anteriores da Revolução Digital. A ligação entre equipamentos físicos e softwares fomenta a colaboração entre departamentos, fornecedores e outros stakeholders, que podem, assim, gerir todos os aspetos das operações e ter uma visão mais completa sobre todo o processo produtivo.

 

tecnologia na industria 4.0

Como saber se o seu negócio se encaixa nos moldes da Indústria 4.0?

Apesar de a maioria das indústrias já adotarem certas ferramentas tecnológicas, ainda há muitas empresas que podem dar passos largos nos seus processos de transformação digital e melhorar os resultados das suas operações. Se se identifica com uma boa parte das afirmações abaixo, a sua empresa tem muito terreno a explorar na Indústria 4.0:

  • Está num setor particularmente competitivo da indústria, com muitos players com um grau de sofisticação tecnológica elevado
  • Pretende ter uma melhor visibilidade sobre a cadeia de abastecimento
  • Pretende identificar e resolver problemas em fases mais precoces, evitando que se tornem problemas maiores
  • Pretende aumentar os níveis de eficiência e rentabilidade de toda a cadeia produtiva
  • Pretende que todos os colaboradores tenham uma visão informada, atualizada e relevante da produção e dos processos empresariais
  • Pretende uma análise mais rica e atempada dos dados
  • Precisa de ajuda para digitalizar processos e dar sentido à informação
  • Pretende melhorar a satisfação e a experiência do cliente
  • Pretende melhorar ou manter os padrões de qualidade dos produtos
  • Pretende um sistema de planeamento de recursos empresariais mais integrado que abranja não só o inventário e o planeamento, mas também as finanças, as relações com os clientes, a gestão da cadeia de abastecimento e a produção.
  • Pretende uma visão consistente e flexível da produção e das operações comerciais, adaptada a áreas ou utilizadores específicos da organização
  • Pretende obter informações em tempo real que o ajudem a tomar decisões mais rápidas, a qualquer hora e em qualquer local.

 

Benefícios das tecnologias da Indústria 4.0

Ao contrário do que o nome parece indicar, a Indústria 4.0 não se cinge ao ambiente de produção. Os processos tecnológicos abrangem todos os departamentos, da conceção às vendas, inventário, produção, qualidade, logística e outros. Por outro lado, a partilha de informação promove equipas mais alinhadas na resolução de problemas e na busca dos objetivos de crescimento do negócio.

Seguem-se alguns dos benefícios da adoção de um modelo da Indústria 4.0:

Maior competitividade

É sabido que, para o bem e para o mal, são os grandes players a nível global que ditam as regras do jogo da transformação digital. Empresas como, por exemplo, a Amazon, otimizam de forma constante os seus processos logísticos e cadeias de abastecimento, implementando tecnologias disruptivas e sistemas que elevam a eficiência e produtividade a níveis estratosféricos.

A pouco e pouco, as empresas vão se adaptando a estas inovações, e o mercado vai acolhendo este novo paradigma, que passa a ser a regra. Afinal, num mundo em que as empresas se conseguem adaptar e colocar os seus produtos no mercado de forma mais rápida, com qualidade e capacidade de personalização, quem vai escolher continuar a trabalhar com uma empresa que ficou presa no passado?

Equipas mais colaborativas e empoderadas

As empresas que investem em soluções da Indústria 4.0 promovem a comunicação entre departamentos, nomeadamente a partilha de dados e análises preditivas e prescritivas entre operadores, gestores e executivos. Isto leva a que os diferentes perfis, desde que tenham acesso autorizado à informação, estejam em pé de igualdade, o que tem um grande impacto no trabalho colaborativo.

 

trabalhadores da indústria 4.0

 

Antecipar obstáculos e atuar de forma preventiva

Num modelo industrial tradicional, quando um problema é notado, significa que ele já aconteceu, o que obriga, muitas vezes, a parar a produção, o que causa perdas de tempo, menor rentabilidade das equipas e equipamentos e pode, inclusive, gerar atrasos na entrega de encomendas e perda de receita.

Com as ferramentas de análise preditiva, dados em tempo real, dispositivos conectados e automação de processos é possível antecipar obstáculos e atuar de forma preventiva, nomeadamente em aspetos ligados à manutenção e cadeia de abastecimento.

Redução de custos e mais lucros

Adotar tecnologias da Indústria 4.0 permite gerir e otimizar todos os aspetos da produção e cadeia de abastecimento, bem como tomar decisões mais rápidas, com base em dados fiáveis e atualizados. Tudo isso conduz a processos mais ágeis e a uma fluidez no ritmo de trabalho que aumenta os níveis de eficiência, rentabilidade, e a longo prazo, impulsiona o crescimento do negócio.

 

Fases de implementação do modelo de Indústria 4.0

Desenvolver um plano que lhe permita integrar este modelo tecnológico na sua indústria é um processo complexo e que requer um elevado grau de compromisso por parte de todos os intervenientes e equipas. Para além disso, é importante trabalhar com um parceiro de consultoria tecnológica especializado no setor industrial, de forma a ter um acompanhamento próximo e a orientação necessária em cada etapa do processo.

Tome nota das principais fases de implementação da Indústria 4.0:

  1. Avaliação e planeamento estratégico

Faça uma avaliação da maturidade digital da empresa e identifique as tecnologias que já utiliza, lacunas e potenciais áreas de melhoria. Depois, estabeleça objetivos claros, alinhados com a visão e as metas de crescimento da empresa.

  1. Formação e equipas

Reúna um conjunto de profissionais motivados e que inclua membros de diferentes departamentos, como IT, operações, finanças, e recursos humanos, entre outros. Invista em formação e capacite a equipa, garantindo que todos os elementos possuem as competências necessárias para abraçar este projeto.

  1. Infraestruturas tecnológicas

Identifique quais as soluções que pretende implementar, incluindo software, hardware e ferramentas de conectividade. Dependendo das necessidades da sua indústria, pode adotar ferramentas de software de gestão standard ou personalizado, IOT, IA, análise de dados, robótica, entre outras.

  1. Integração de Sistemas

Avalie a necessidade de retirar mais benefícios de softwares que já utiliza ou de novas implementações com recurso à integração de sistemas.

  1. Cibersegurança

Sempre que se adquirem novas ferramentas tecnológicas, é importante avaliar os riscos cibernéticos e identificar potenciais vulnerabilidades. Uma estratégia de Cibersegurança robusta pode implicar um conjunto de ferramentas, boas práticas e processos com custos elevados para gerir dentro de portas, pelo que a escolha de um parceiro tecnológico especializado pode ser uma boa opção para gerir a segurança dos seus sistemas.

  1. Implementação Piloto e Expansão

Desenvolva um plano de implementação dedicado a uma área piloto que sirva de teste e ajuste de novas soluções. Vá acompanhando o desempenho deste projeto, retire conclusões e coloque em prática as lições aprendidas à medida que o projeto se estende a novas áreas.

Um processo de implementação de um modelo de Indústria 4.0 nunca fica concluído; é essencial definir processos de feedback de forma a iterar e melhorar de forma contínua todas as operações e processos. E, tendo em conta o dinamismo do setor tecnológico, importa manter-se a par, promovendo uma cultura de inovação que permita continuar a fazer o negócio crescer.

Implementar um projeto de Indústria 4.0 é uma tarefa de elevada complexidade, que requer tempo, equipas especializadas e a tecnologia certa para cada negócio. A BNEXT é o parceiro de consultoria IT especializado em soluções para a indústria que já acelerou centenas de negócios e está pronto para acelerar também o seu. Quer saber como o podemos ajudar? Contacte-nos!

Áreas de Especialização
Implementamos soluções totalmente adequadas à área de negócios de cada cliente, com equipas experientes e especializadas nestes setores.

Setores de Negócio

Na BNEXT encontra um parceiro especializado há 30 anos em software PHC, com desenvolvimentos próprios que personalizam e aceleram as implementações, complementadas por tecnologias de hardware e sistemas informáticos altamente robustos.

Software de Gestão ERP